30/10/2017

Opções de suplementação para idosos

suplementação para idosos

Manter uma dieta equilibrada na terceira idade nem sempre é tarefa fácil. Isso porque, algumas vezes, há problemas de saúde que acabam dificultando a alimentação por via oral ou há necessidades nutricionais específicas por conta da idade ou de alguma patologia. Nesse ponto, a suplementação para idosos pode ajudar a manter uma vida mais saudável. Vamos ver como funciona.

Ao longo dos anos, o corpo humano já não reage da mesma maneira que em outras épocas da vida. Nesta fase, geralmente há maior deficiência de vitaminas, proteínas e minerais além de perda de apetite, dificuldades de mastigação, perda de massa muscular e outros problemas que podem agravar o estado de saúde ou prejudicar a qualidade de vida.

O ideal em qualquer idade, e principalmente no caso dos idosos, é ter uma dieta equilibrada, com alimentos ricos em proteínas, vitaminas e minerais, como carne, peixe, ovo, frutas, grãos, verduras e legumes, para prover ao organismo os nutrientes essenciais para que possa funcionar corretamente.

Mas caso não seja possível suprir as necessidades nutricionais por meio de uma alimentação balanceada, a recomendação é que seja feita uma suplementação para idosos.

Suplementação para idosos mais indicada

Cada paciente tem uma necessidade específica: alguns precisam de mais proteínas, outros de uma dieta mais calórica, como em casos de desnutrição, por exemplo. Por isso, antes de qualquer coisa, é preciso passar por uma avaliação médica ou de um nutricionista.

Há basicamente dois tipos de suplementação para idosos: a oral e a enteral, com variadas funcionalidades.

Para quem tem deficiência de proteínas, por exemplos, geralmente são indicados produtos hiperproteicos, como o Nutridrink. Neste caso, a suplementação fornece um alto valor de proteínas e outros elementos, como cálcio, ferro, potássio e vitaminas.

Os suplementos com alto teor de proteínas geralmente são indicados para pacientes debilitados com baixa ingestão de proteínas ou com mobilidade limitada, acamados, idosos submetidos a cirurgias ortopédicas ou em UTI, além de patologias como câncer ou fibrose cística. Os suplementos contribuem para prevenção e recuperação da perda de peso e musculatura.

Em outras situações, pacientes que apresentam baixa ingestão calórica ou déficit calórico, perda de peso de difícil recuperação ou, simplesmente, precisam reforçar a dieta alimentar, são recomendados produtos como o Sustain Energy, rico em vitaminas e minerais.

Também há outros suplementos orais específicos para pacientes com patologias como diabetes, problemas renais, função hepática comprometida ou apresenta lesão por pressão (cubitan) por exemplo.

Em muitos casos, o idoso tem outro problema mais sério: não consegue se alimentar por via oral e precisa de uma nutrição enteral. Isso pode acontecer em pacientes oncológicos, com doenças neurológicas, cardiopatias, hipertensão e Alzheimer, para os quais existem suplementos específicos.

Onde encontro suplementação para idosos de qualidade?

A Nutriport possui uma linha completa de suplementação para idosos, tanto oral como enteral, disponível na loja virtual. Clique aqui e confira as ofertas.

Gostou do artigo? Continue no blog! Não deixe de comentar e dar a sua opinião. Sua participação é sempre bem-vinda. Obrigado e até breve!

 

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *