Dúvidas Frequentes

Utilização das dietas

Qual a indicação para a utilização da nutrição enteral?

A Nutrição enteral é a alternativa para suprir as necessidades nutricionais, fornecendo carboidratos, lipídeos, proteínas, vitaminas, minerais e água, para o paciente que não consegue se alimentar por via oral, ou quando a quantidade de alimentos é insuficiente para a manutenção ou recuperação do seu estado nutricional.

Por quanto tempo pode-se utilizar a nutrição enteral?

 A Nutrição enteral pode ser utilizada como fonte exclusiva ou complementar de alimentação pelo tempo que for necessário, o qual será determinado pela equipe de saúde que realiza o acompanhamento do paciente.

O que é nutrição enteral industrializada?

É uma dieta pronta, apresentada sob a forma líquida ou pó. A dieta líquida está pronta para ser administrada e está disponível em embalagem tetra pack, frasco ou bolsa pack. Já a dieta em pó necessita ser diluída em água para ser administrada. É importante seguir as instruções do fabricante e do nutricionista.

Manipulação das dietas

Como manipular a dieta enteral?

1º  Lave as mãos com água e sabão, secar preferencialmente com papel toalha descartável;

2º  Higienize o local e os utensílios de manipulação da dieta enteral. Utilize água e detergente neutro para higienização e borrifar álcool 70% para desinfecção, deixando secar naturalmente;

3º  Siga as instruções de acordo com o tipo de dieta:
  • Dieta enteral (líquida pronta para uso): lave a embalagem ainda lacrada ou higienize com álcool 70%. Agite a embalagem antes de abrir. Coloque no frasco descartável o volume da dieta líquida orientada pelo nutricionista por horário;
  • Dieta enteral em pó: faça a diluição da dieta em pó em um recipiente de vidro com água filtrada e fervida (em temperatura ambiente). Misture bem para não entupir a sonda. Coloque a quantidade de pó e água orientada pelo nutricionista e misture bem até a diluição completa do produto.
     
4º  As dietas líquidas (prontas para uso) devem ser armazenadas na geladeira após abertas. O prazo de validade da dieta industrializada líquida pronta é de 24 horas na geladeira;

5º  A dieta enteral deverá ser administrada ao paciente em temperatura ambiente. A dieta enteral fria pode provocar desconforto gastrointestinal, como dores abdominais e diarreia. Antes de utilizar a dieta enteral que estava armazenada na geladeira, deixe o frasco descansando em temperatura ambiente por 30 minutos (não aquecer a dieta. Isto provoca alteração da composição nutricional da dieta enteral);

6º  A dieta enteral deve ser armazenada em local limpo, sem umidade, seco, sem incidência de calor ou luz solar. Verifique sempre a data de validade da dieta enteral.

Sobre administração das dietas enteral

Para obter informações sobre como administrar a dieta ao paciente, assista o vídeo e saiba como em 3 passos simples poderá administrar a dieta enteral em https://www.youtube.com/watch?v=E6BKpkkCdUg

Consulte nossa cartilha Dieta Enteral em https://blog.nutriport.com.br/cartilha.pdf 

Sobre cuidados com o paciente

Quais os cuidados que se devem ter com o paciente que está recebendo nutrição enteral?
 
1º  Manter o paciente sentado ou com a cabeceira elevada a 45° para receber a dieta enteral. Isto ajuda a evitar vômitos, regurgitação e broncoaspiração; 20 a 30 minutos é o tempo indicado para o paciente permanecer nesta posição após o término da dieta enteral;

2º  Ao término da administração de cada dieta enteral e medicação é importante a lavagem da sonda com pelo menos 20ml de água pela seringa, para não haver entupimentos;

3º  Em caso de entupimento da sonda, apenas injete água como tentativa inicial de limpeza do acesso. Caso não obtenha resultado positivo, procure o serviço médico;

4º  Pausar a administração da dieta sempre que for realizar alguma medicação no paciente. Lembre-se de lavar a sonda após cada medicação;

5º  Caso perceba que a sonda saiu do lugar ou o paciente tenha puxado, mantenha a calma e não tente colocar no lugar, pois a sonda pode estar em posição inadequada. Pause a dieta e procure o serviço médico;

6º  Em caso de saída acidental do botão gastronomia, faça um curativo para proteger o local e procure o serviço médico com urgência;

7º  Caso o paciente apresente diarreia (é considerada diarreia o quadro acima de 3 evacuações líquidas por dia), observe se o gotejamento da dieta não está muito rápido. Mantenha sempre a boa higienização da manipulação e o armazenamento adequado da dieta. Se persistir, procure o serviço médico;

8º  Em caso de constipação intestinal, comunique a nutricionista e não esqueça de ofertar a água de hidratação ao paciente, pois ela auxilia no funcionamento intestinal. Se persistir por 4 dias, procure o serviço médico;

9º  Vômitos, Náuseas e Dor Abdominal: suspenda a dieta por 2 horas. Mantenha o paciente com cabeceira elevada em 45°. Caso este estado permaneça, procure o serviço médico.

Produtos que você já viu

Você ainda não visualizou nenhum produto

Termos Buscados

Você ainda não realizou nenhuma busca
Newsletter
CADASTRE-SE E RECEBA OFERTAS EXCLUSIVAS:

Utilizamos cookies para melhorar nosso site e sua experiência de compra. Ao continuar navegando em nosso site, você está de acordo com a nossa política quanto a utilização de cookies.
Descubra mais